domingo, novembro 14

Sentimentos meus

sempre escrevi.
as felicidades, as conquistas, os sonhos, as alucinações,
os amores, os desamores, os afetos e desafetos.
Dias desses ao subir as escadas para entrar no meu apartamento
percebi que há anos não escrevo mais.......
ainda imagino minhas páginas que escrevo mentalmente.
mentalmente converso comigo mesma.
Já não sou a mesma.
Claro que mudamos, mas eu me deixei mudar.
Acho que vivo algo que nem eu mesmo aprovo, e nem sei porque vivo assim.
Nada obscuro, nada proibido...
uma vidinha idiota que jamais me permiti anteriormente sequer por pensamento.
sempre fui muito exigente comigo mesma....
lembro-me que na 2ª ou 3ª série eu odiava fazer ditado...
quando a professora começava, um sentimento horrível tomava conta de mim...
medo de errar!  sempre odiei errar... medo que a professora me tivesse como BURRA...
eu tinha que ser a melhor, sempre.
na amizade, no esporte, na escola, em casa, nos clubes, no namoro...
sempre me cobrei isso... e não era trauma ou complexo, modestia  a parte, sempre fui boa em
tudo ( ou quase tudo) o que fiz.
era uma cobrança interna, É uma cobrança interna.
e aos poucos me transformei no que sou hoje.
não tenho orgulho de mim mesma como há anos atrás.......
tinha tudo e não quis nada...
tinha amores, vários deles, dominava a todos....
talvez um momento de loucura tenha feito eu perder o que eu julgava ser o meu maior trunfo...
sim, foi uma loucura, delírio puro..., uma alucinação que entrei  e acreditei...
para acordar e sair dela.... perdi , me perdi, o perdi....
e a partir de então , deixei de me amar, deixei de acreditar em mim.....
hoje, tento me recuperar, tento me achar...
velhos fantasmas me vem à mente... fantasmas bons,... que me acompanharam por dias e noites felizes...
hoje não os encontro mais... anjos, princípes, anjos lokos..........
eu, a caixa de pandora.... maldita ou com maldição?
não sei....as duas...
anja maldita talvez....
sinto falta de palavras suaves, com uma voz suave........
de mãos carinhosas, sem malícia.......
mão no coração que batia forte...
alto....
que sumiu...
que matei........
que machuquei.
é isso, queria a suavidade de uma conversa,
de viver sonhos..
de ter saudade do que não vivi....
mas vivi intensamente.

0 Comments:

Related Posts with Thumbnails
 
©Dez 2009 Rachel Por Encomende Aqui Blog Dos Layouts