sexta-feira, janeiro 15

"DESGRAÇA NO HAITI ESTÁ SENDO BOA PARA NÓS AQUI", diz cônsul no Brasil;

Amigas, hoje ao acessar a Net me deparei com manchete acima, o que me deixou ....(não tenho palavras!!!!): assombrada (?), Indignada (?), decepcionada (?)....

Como alguém pode sequer pensar e depois de ter pensado, como pode "jogar ao mundo" palavras desse tipo????

da Folha Online

Atualizado às 08h27.

Reportagem exibida ontem (14) no "SBT Brasil" mostra o cônsul geral do Haiti em São Paulo, George Samuel Antoine, afirmando que a tragédia no Haiti está tendo bons resultados para ele e atribuindo a culpa do terremoto de terça-feira (12) à religião.
Antoine deu as declarações à repórter Elaine Cortez sem saber que estava sendo gravado.

"A desgraça de lá está sendo uma boa pra gente aqui, fica conhecido", disse o cônsul. "Acho que de, tanto mexer com macumba, não sei o que é aquilo... O africano em si tem maldição. Todo lugar que tem africano lá tá f...", completa Antoine.
 
Se quiserem ver/ouvir tamanha falta de humanidade, assistam o vídeo em: http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u679672.shtml
 
 
Uma das principais correntes religiosas no país é o vodu, que tem relação com outras manifestações de origem africana como o candomblé e a santeria.

Após a gravação da reportagem, o jornalista Carlos Nascimento informou que foi feito outro contato com o cônsul, que disse ser uma pessoa preparada para o cargo.
O total de mortos pelo terremoto de 7 graus pode chegar a 50 mil, diz a Cruz Vermelha no Haiti, e os desabrigados devem somar 3 milhões. O governo enterrou na quinta-feira 7.000 corpos em uma vala comum.
Dezessete brasileiros morreram no tremor que devastou a capital do país, Porto Príncipe. Há cerca de 1.310 brasileiros no país, dos quais cerca de 50 são civis. O Brasil possui 1.266 militares na missão de paz da ONU, Minustah (missão de estabilização da ONU liderada pelo Brasil), enviada ao país depois de uma sangrenta rebelião, em 2004, que sucedeu décadas de violência e pobreza.
Na tarde desta quinta-feira, ao menos 1.500 corpos estavam empilhados dentro e fora do necrotério do hospital geral de Porto Príncipe, e caminhonetes continuam a ser usadas para transportar as vítimas do terremoto, o que indicava que o número poderia aumentar. "Não posso dizer quantos corpos serão trazidos para cá", disse o diretor do hospital, Guy LaRoche.
Ainda há muitos corpos que continuam nas ruas, a maioria coberta apenas por panos brancos sob um calor de 27ºC. Algumas pessoas enterravam seus parentes em covas rasas nas margens de uma estrada. Uma mulher foi amarrada a uma tábua e coberta com um lençol antes do enterro, enquanto fogueiras eram acesas para afastar moscas.
Outros tentaram enterrar seus parentes nas encostas, o que não foi recomendado pelos militares brasileiros --que lideram a missão de paz da ONU no país-- porque os corpos poderiam ficar expostos após a ocorrência de chuvas.

O caos está apenas no começo!
O que acontecerá ainda para esse povo já sofrido? Se com 'certa' estrutura a vida da população já era um caos, imaginem agora sem estrutura alguma...!!!!! Imaginem a quantidade de mortes decorrente dessa tragédia. Pessoas que se 'salvaram' do terremoto irão ter que desafiar a morte novamente, vencendo a fome e as doenças que estão por vir!!!
Que Deus tenha misericórdia desse povo!!!!
Quanto a opção religiosa, isso não vem ao caso, cada um acredita em Deus da forma que mais lhe parece correta ou aceita. Quem disse que a minha ou a sua forma de encarar a religião é melhor que a deles?


Mas afirmar que tal " DESGRAÇA ESTÁ SENDO BOA....", isso é demais!!!!

3 Comments:

Irene Moreira said...

Não poderia deixar em branco sem fazer um comentário de um asunto tão sério que aqui está postado. Uma calamidade , uma tragédia dessa que poderia ser evitada se houvesse um mínimo de solidariedade e preocupação dos representantes que estão a frente dos assuntos de prioridade máxima, preparando esse povo para se proteger desses terremotos.E agora a situação ficou caótica... como citastes e o que vai acontecer????

Agora virou manchete e como li uma vez no blog Bitola Humana em sua postagem "O Marketing da Morte" quando do acidente do avião da Air France onde num trecho inicial ela diz :
"Então agora é o vôo. Mais de 200 pessoas morreram, algumas não querem mais andar de avião, pessoas não saem da frente da televisão para conferir quantos já foram resgatados, se serão reconhecidos, como realmente se deu o acidente, onde, porquê... Resumo: O circo, ou melhor, o drama está armado, e como todos adoram uma novela mexicana, a audiência sobe e a tv ganha ibope."

e assim continuamos o nosso Marketing da Morte só que agora o ibope é com a novela no Haiti.

DEsculpe o meu desabafo e caso queira ler o post que citei um trecho acima o link é:
http://bitolahumana.blogspot.com/2009/06/o-marketing-da-morte.html

Beijos

Irene Moreira said...

Vivi deixei um recadinho no seu mural, mas gostaria de voltar a essa sua postagem e pedir permissão em poder divulgá-la, conforme fiz com a da Luci do Blog Vida. Veja a minha última postagem para saber como divulgo.

Beijos e um bom final de domingo.

Joana Neves said...

olá amiga! Tem selinho para você na salinha "premios recebidos" ou no link:
( http://mylovelypresent.splinder.com/post/22065632/Obrigada+Cris+pelo+selinho%3A%29 ).

Em relação ao post... realmente é uma falta de humanidade mesmo... até fique sem palavras...


Aguardo sua visitinha!:)
bjokinhas da amiga Joana Neves.

http://joananeves.splinder.com

Related Posts with Thumbnails
 
©Dez 2009 Rachel Por Encomende Aqui Blog Dos Layouts